quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Dias de férias

Normalmente ansiamos pelas férias pelo descanso, pelo prazer de conhecer novos locais, praias, paisagens, visitar familiares, apreciar nova gastronomia....enfim....adoramos as férias para termos dias diferentes.
Desta vez, estou de férias mas sem sair de casa. Não tenho malas para fazer nem desfazer, não vou conhecer nenhum hotel nem localidade nova, não vou andar de avião, não vou a outro país, não vou para a praia, não vou laurear a pevide por outras paragens. Fico, simplesmente, por cá.
E que bem que me estão a saber estes dias!!! Levanto-me tarde, vou aqui e ali, estou com os meus meninos, tenho tempo para brincar, para apreciar. Ando na 2ª circular sem stress, porque não tenho horas para chegar a lado nenhum. Quando chegar chego, quando comer, como! Quando der deu! E quando não der paciência. Os dias têm estado lindos... (embora com um frio de gelar os ossos), e tenho-me sentido tão calma que quase não me conheço. É que esta calma começa a fazer-me realmente falta no dia a dia. Começo a achar que, ou páro de correr, ou o meu corpo há-de dar o tilt, e pára por mim. Não dá para ser sempre isto, para passar a vida a lutar contra os ponteiros do relógio. O único problema é que, falar é fácil. Fazê-lo é (só) um bocadinho mais dificil.

Um comentário:

vidasdanossavida disse...

Que maravilha! Eu também vivo num autêntico stress e não há nada melhor que aproveitar uns dias sem andar a contra relógio.