sábado, 24 de setembro de 2016

Há dias que valem por uma semana de férias

E hoje foi um desses dias.
Fomos, em conjunto com uma boa quantidade de amigos fantásticos, fazer a descida do rio zêzere desde a Barragem de Castelo de Bode até Constância. Já foi a terceira vez que o fiz, sendo que a última vez foi ainda antes de ter filhos. O dia esteve fantástico, nem frio nem demasiado calor, paisagem linda, aves bonitas, só os sons e as cores da natureza. Para quem vive em plena cidade estes momentos de convivência em plena natureza valem ouro. Adorámos, tomámos umas belas banhocas no rio, remámos muito, cansámo-nos mais e convivemos com quem gostamos.
Foi tão bom!! Não tirei fotos porque o medo de molhar aparelhos valosos não me deixou levar nada a bordo. 
Mas fica uma imagem da net para terem uma ideia. E já agora, a empresa a quem contratámos o evento foi a Aventur, que foram super profissionais e sempre com um tónica de segurança bem presente. Recomendo.






sexta-feira, 23 de setembro de 2016

6 anos de blog

Este blog fez ontem 6 anos.
Lembrei-me uns dias antes, mas ontem acabei por me esquecer, pelo que segue aqui o post de Parabéns para mim e para todos aqueles que espreitam por aqui de vez em quando. 
Tenho sido menos assídua, é um facto. Mas a quantidade de trabalho, de afazeres, e da necessidade gigante em descansar e não fazer nenhum, tem-me afastado do PC ou do teclado do telemóvel.
Tenho tido muito poucos comentários ultimamente, não sei bem se estão aí desse lado com a regularidade que era costume, mas as estatísticas dizem que sim, que há leitores por aí.
Por isso, e porque 6 anos não são para deitar fora, vamos comemorar!!


Obrigada a todos vocês que estão do outro lado do monitor. Espero servir-vos para alguma coisa quando aqui vêm espreitar, e que o vosso dia ganhe um bocadinho nais de cor.
Um bem-haja para todos.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Um dia para mim

No último sábado, caiu-me mais um anito em cima (é a vida), e, aproveitando que calhou ao fim de semana e estava um tempo espetacular, fomos fazer tudo o que me apeteceu. Afinal de contas, já que é para ficar mais velha, que seja com qualidade e muitos mimos.
Comecei por tomar o pequeno almoço na padaria portuguesa, dado que há meses que estava para lá ir, desde que abriu uma relativamente perto de minha casa. Comi um croissant integral com um sumo de manga e laranja que me soube mais que bem.
Rumámos depois para Sul, e passámos o dia em sesimbra, a começar com um belo almocinho de sardinhas seguidas de uma bela tarde de praia!! Que dia maravilhoso estava!!!
Depois de disfrutar do mar, voltámos para casa para nos prepararmos para ir jantar. Acabámos por ter azar e não conseguimos ir ao restaurante que queríamos (estava fechado) e tivémos de acabar na confusão do mercado da ribeira. Mas foi bom na mesma, comemos um belo sushizinho, depois viemos para casa comer a minha pavlova de frutos vermelhos. Um dia em cheio, que me deixou mesmo de barriga cheia, por ter feito tudo o que quis, com quem mais gosto. 






terça-feira, 13 de setembro de 2016

Este país é lindoooooo!!!!!

Posso ir a esta praia umas 593 vezes seguidas, que a minha reação quando começo a descer esta estrada e vejo esta paisagem abaixo, vai ser sempre:
- Ah.... Que lindo!!!!
Esta praia é mesmo do melhor. Domingo passado foi dia de lá passar novamente o dia inteirinho. Tão bom!!!
Foi simplesmente perfeito. A temperatura do ar estava no ponto, não havia uma ponta de vento para estragar os (meus) ânimos, água fresquinha mas não gelada, amigos bem dispostos, voltas de kayak até à ilha com direito a ver belos cardumes numa água límpida e apetitosa.
Maravilhoso Portugal! Maravilhoso Portinho da Arrábida! 


quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Soutiens... Quero-vos baratos!!

Fico inúmeras vezes revoltada quando vejo o preço de determinadas cuecas ou soutiens. São peças de roupa essenciais e pequeníssimas, que não justificam ficarmos com um buraco na carteira de cada vez que precisamos de um stock.
Antes de ir de férias, verifiquei que precisava mesmo de soutiens cai-cai. Dois dos 3 que tinha disponíveis estavam  mesmo a ficar inoperacionais, um roto com o arame de fora, o outro com um dos apoios laterais partidos. E passar a vida vestida com alças, e com as fitas de soutien a ver-se não é opção para mim, detesto. Por isso, no último fim de semana antes da partida, lá fui eu em busca de uns substitutos, esperançosa ainda com os restos de saldos.
Entrei primeiro na Intimissimi, e perguntei pelos soutiens. A menina mostrou-me um que custava quase 30€, e perguntei se não tinha ainda em saldo. Disse-me que não, e que o preço mais baixo que tinha era aquele.
Pus um ar empinado e enojado, e disse-lhe:
- Então não quero, obrigada!
Saí com um ar vitorioso da loja e a pensar que a menina queria fazer de mim parva, vejam lá, onde é que já se viu dar 30€ por um soutien, era o que faltava e 
blá, blá, blá.
Entrei logo na loja que estava em frente, e que era a Triunph. Perguntei novamente por soutiens cai-cai, e a nova menina mostrou-me um a custar quase 40€. Perguntei se não havia mais barato,  ao que me disse que não, pois o seguinte já custava 42€ e assim por diante.
Agradeci, e saí novamente da loja a achar que estava tramada e a pensar que me tinha armado em esperta na loja anterior, e agora se calhar ainda tinha de lá voltar com o rabo entre as pernas, pois precisava mesmo ir de férias com as "madalenas" aconchegadas.
Dei uma volta pelo centro comercial, ao mesmo tempo que puxava pela cabeça a tentar lembrar-me de lojas de roupa interior que normalmente estão expostas em centros comerciais. Nisto dá-se-me uma luz na mente e dirijo-me ao fundo de um corredor com a Tezenis em pano de fundo. Entro, vejo resmas de soutiens cai-cai tal e qual como queria, e quando vejo os preços, rondavam os 13, 14€.
Escolhi, experimentei, adorei e voltei para casa com estes belos espécimens que me assentam lindamente, e que por 27€ os 2, cumprem totalmente o propósito.
Por isso minhas amigas, se querem soutiens decentes e a um preço justo para a pequeníssima peça de roupa que é, vão à Tezenis.


terça-feira, 6 de setembro de 2016

Praça de Espanha, 21:41h

Páro num semáforo, e nisto aparecem à minha frente 2 artistas circenses a fazer malabarismo. Adoro malabarismo. Ao ponto de tanto ter insistido comigo em teenager para conseguir fazer algo do género, hoje consigo manusear por alguns instantes 3 bolas, 3 laranjas ou algo do género.
Mas não é disso que quero falar... Dizia eu que os rapazes faziam malabarismo para ganhar uns trocos enquanto os semáforos estavam vermelhos. E enquanto o faziam, sorriam. Estava a ser certamente um trabalho divertido e feliz. Depois, reparei que num trabalho deste género, não estão constantemente a ser interrompidos por skype para darem uma palavrinha, não podem atender o telemóvel ao mesmo tempo, não veem emails, nem ficam com ansiedade quando veem chegar um retângulo do lado direito a sumir-se com a próxima mensagem de correio acabadinha de chegar.
Pensei tudo isto enquanto estava no semáforo, depois de um dia em que a tecnologia não me deixou ter qualquer foco no que precisava fazer com atenção. Passei o dia com outro tipo de malabarismos para garantir o meu espaço de trabalho, e que não me esquecia de nada importante, com tanta coisa a acontecer ao mesmo tempo. Com a diferença de que tenho alguma dificuldade em fazer o meu malabarismo com um sorriso na cara. E às vezes podia tudo ser tão mais simples...

terça-feira, 30 de agosto de 2016

E acabaram-se

As minhas ricas férias de verão chegaram ao fim. É verdade que ainda está um verão do caraças com calor e um tempo de praia espetacular, por isso, e só querendo, é uma questão de ir sempre aproveitando os fins de semana. Foram ótimas as minhas férias. Nunca tinha apanhado água do mar tão quente no algarve, nem nunca tinha nadado com bandeira verde no mar da foz do arelho. Um verão positivamente atípico que foi fazendo as minhas (e as dos outros) delícias. Muita praia, piscina, muita comidinha da boa, amigos, passeios, descanso, moleza, não fazer nenhum.








E sim, é oficial, já estou em depressão pós-férias :(






quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Finalmente de férias

Este ano tardaram. Não porque não costumássemos já tirar férias nesta altura, mas porque já há 5 meses que não tirávamos uns dias. Estava mesmo cansadinha de todo, completamente exausta. Ía trabalhar já desesperada por ver tudo e todos irem de férias.. E eu ali, a aguentar o barco. Depois do trabalho é a casa. Eu e a roupa. Roupa para lavar, por a secar, apanhar, passar a ferro. E a empregada também de férias em agosto, pelo que também havia casa para limpar, lavar, aspirar.
A sério... Agora não admira que, em qualquer lado que me sente, quase adormeça. Vou ao café e, se me encosto, só não adormeço por falta de conforto. Se me sento no sofá, acabo a deitar-me para descansar os olhos. Se me deito na toalha na praia, quase adormeço mesmo naquele chinfrim das crianças. É assim. Só espero que 2 semanas de férias sirvam para repor energias, porque o resto do ano não se avizinha calmo. Boas férias também para quem estiver de férias!!!


sexta-feira, 12 de agosto de 2016

O Prego da Peixaria

Precisava de um sítio para almoçar com uma amiga, mais ou menos ali para os lados da Av. Roma. Como nunca me lembro de restaurantes, não me passava nada pela cabeça.... até que de repente me lembrei que tinha aberto um Prego da Peixaria mesmo ali, e eu até já tinha dito em casa que queria ir lá experimentar.
Como sempre, esqueci-me de tirar fotos à comida, que conversa puxa conversa e com a fome com que estava, comecei logo a meter tudo boca abaixo.
Comi um prego de espadarte em bolo do caco. Adorei! Fantástica mistura de sabores. Muito bom mesmo!
No final dividimos um crumble de maçã com uma bola de gelado. Di-Vi-Nal!
Só foi pena não ficarmos na esplanada, mas porque este calor não puxava a isso, e lá dentro estava bem fresquinho.
Aconselho a visita :)


quarta-feira, 10 de agosto de 2016

8 anos de cor de rosa

Há 8 anos, a cor rosa entrou na minha vida. E não tenho dúvidas nenhumas que a tornou (a minha vida) seguramente mais cor de rosa.
Já aqui disse, mas a minha filha é uma verdadeira lição de vida para mim. Pelas diferenças (e não semelhanças) que tem comigo, mostra-me o outro lado do que é poder ser e estar na vida. Não se arrelia com coisas sem importância, não leva coisas a peito que não valem a pena, demonstra com todo o vigor e à vontade que gosta, que ama, que adora.
Respeita o espaço e a vontade de todos, é uma boa amiga e uma boa companheira. Resumindo, tem sido uma verdadeira santinha, tirando algumas coisas que acontecem, normal em crianças, mal seria se assim não fosse!!!

Às vezes (e mais ultimamente) notam-se já alguns comportamentos mais parecidos com aquelas meninas mais birrentas, que mostram já muitas das suas vontades que querem impor, e isso entristece-me. Porque não sei se é a personalidade dela que começa a mudar, se são as influências naturais das outras crianças.
Só sei é que já lhe fui dizendo para não mudar, que depois farta-se da mãe e acha-a uma chata ;) Ela diz que não, mas ainda é uma criança. Tem tanto para aprender e viver....
Parabéns minha boneca. Continuas uma menina linda, com uma verdadeira carinha de princesa.
És uma sortuda pelos dotes físicos e personalidade que tens, e assim vais convencendo toda a gente.
Muitos Parabéns!


segunda-feira, 8 de agosto de 2016

422 carros ardidos?!?!

Foi uma tragédia que me tocou bastante.
Uma pessoa está de férias, relaxada, vai a um festival divertir-se com os amigos, de repente há um fogo e fica tudo sem carro.
Felizmente não houve vítimas nem ninguém magoado, mas o número 422, correspondente aos carros ardidos, é número que não me sai da cabeça. É muito carro. Ficaram pelo menos 422 pessoas sem veículo para regressar a casa, e aquele monte de carros em cinza que as imagens mostraram deixaram-me arrepiada. Conheço quem lá tenha estado e quem tenha tido depois de vir para casa já de transportes e de carros alugados. Muito mau. Para quem estava a começar as férias, foi o mote para dar cabo delas.
Já estou é a ver os vendedores de carros a esfregar as mãos. Oh Jesus!! Que cenas mais terríveis.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Eu ando a tentar controlar-me...

Para não desatar a bater à séria em gente que até pode nem merecer.
Mas esta história de aumentarem IMIs a casas solarengas e com boa vista.... ai que me vai cair a gota fora do pote!!! ai vai, vai!
Eu ando a tentar respirar fundo, a tentar não ligar demasiado a uma notícia que pode acabar por não ser real... mas isto a acontecer, põe-me na rua, de cartazes em punho, de cacetete, de fúria, de tudo!
No Brasil, por uns meros 20 cêntimos de aumento nos transportes ía havendo uma guerra civil.
Aqui isto não pode ficar assim, é que gozam literalmente com a nossa cara! Dão de um lado e tiram do outro!
Ai, como eu odeio que este governo tenha ido parar ao poder, como eu odeio!!!!

domingo, 31 de julho de 2016

As mulheres de esquerda

Cada vez que vejo a Mariana Mortágua na televisão, seja na Assembleia, seja num debate televisivo, pergunto-me sempre porque raio tem ela aquela imagem descuidada, que nem se dá ao trabalho de passar um pente por aqueles cabelos. É por ser uma mulher de esquerda e não se querer embonecar muito? É imagem de marca? Não sei, mas dá-me vontade de me dirigir lá, ao local onde possa estar, com um pente ou escova embrulhadinhos para lhe dar de presente. É que aquilo já me complica com os nervos. Deve ter a mania de que tem de parecer sempre inteligente, e que isso não se consegue com um cabelo mais armado. Já a Marisa Matias também é a mesma coisa e não abona muito a favor de cabelos arranjados. Enfim.... Parvinhas, parvinhas!!!


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Não estaremos já numa 3ª guerra mundial?

A sério, isto não é normal.
Nos últimos dias, a quantidade de atentados é uma coisa aterrorizadora. Na 6ª feira foi em Munique, ontem à noite em Nuremberga. Desta vez, o bombista queria fazer-se explodir num festival. Mas "por acaso" não levava bilhete e não o deixaram entrar. E se levasse? E se fosse uma pessoa com um planeamento mais sério da coisa e levasse bilhete, quantas pessoas inocentes teriam morrido de forma bárbara?
Mesmo assim, há vários mortos e feridos, mais uma vez, uma tragédia.
Acho que já estamos numa 3ª guerra mundial não declarada abertamente. O estado islâmico quer apoderar-se da Europa e dos que lhes são hostis, pelo que a procissão ainda deve ir, infelizmente, no adro.
Que medo, senhores. que ME-DO!

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Voltei ao stress máximo

Voltei às noites mal dormidas à conta do trabalho. Problemas e mais problemas para resolver deixaram-me ontem com os miolos em hiperatividade. Virava para um lado, virava para o outro, tentava meditar..... E nada. A cabeça não obedecia, o corpo não descansava. 
Devo ter dormido 2h máximo e acordei cheia de peso no corpo. Ninguém merece. A sério! Ter de levar na cabeça todos os problemas do trabalho para casa, já cansa. E as minhas férias ainda não estão aí, ao virar da esquina. Socorro!!!