sexta-feira, 31 de julho de 2015

Arrète

É a palavra que mais tenho ouvido na praia que frequento há 1 semana. Inundada por emigrantes residentes em França, misturam a língua portuguesa e francesa como só eles conseguem. E não, não é um mito urbano. Hoje já ouvi desde o "Arrète, ainda levas uma chapada na cara", ao "Arrète, não estejas a molhar o teu irmão", ou ainda um "Arrète, quando a tua mãe chegar, conto-lhe tudo o que tens andado a fazer". Isto, porque as conversas são tidas com crianças que, digamos, não devem propriamente muito à educação. Já levei várias vezes com areia na cabeça, lodo, água quando não me queria ainda molhar... Enfim, estou numa praia de elite.. Baixa! Amanhã rumo para Sul, para outras praias e outros fregueses que, espero, sejam um bocadinho mais discretos, sossegados, e de outro nível. Ainda assim, foi uma semana muito bem passada, com muito sossego, muito descanso, muito dolce fare niente. O meu filho pergunta-me muita vez o que é que pode fazer neste sossego, e eu digo-lhe para não fazer nada, para simplesmente "estar". Mas, como qualquer criança irrequieta, isso mexe-lhe com os pirulitos e resmunga. Eu então, tenho-me fartado de, simplesmente, estar....

sexta-feira, 24 de julho de 2015

A parte desesperante em ir de férias

Estou há 3 horas de volta de roupa, de produtos de higiene, de calçado, de tudo o que me possa fazer falta em 15 dias fora de casa. 3 horas para chegar aqui, a tudo mais ou menos arrumado, para que amanhã de manhã seja só dar uns retoques e sair. Estou exausta, cheia de calor, e só me apetece dizer asneiras. 


quinta-feira, 23 de julho de 2015

Rui Rio candidato

Até lhe acho alguma piada, porque dizem ser um político diferente, muito competente e virado para o povo. Isto a malta já suspeita de tudo, já é impossível conseguir acreditar na política dos dias de hoje, mas a este ainda vou dando o benefício da dúvida. Ouvi-o a falar na entrevista, gostei de algumas coisas, não gostei de outras. Principalmente quando se pôs a dizer que não seria um Presidente da República de um principado....estando a referir-se a Lisboa, claro!
É isto que não suporto na malta do norte... desculpem lá a quem me lê dessas bandas, mas por que raio é que têm sempre de fazer conversas de divisão do País em Norte/Sul, Lisboa/Porto? Somos um país tão pequeno, caraças! Mas há motivo para isto? Parecem sempre uns recalcados com a zona onde vivem, bolas!
Sabem o que eu acho? que se não fosse a porcaria do poderio futebolístico, e as rivalidades que existem à conta dele, eram bem capazes de não existirem estas conversas tristes.


quarta-feira, 22 de julho de 2015

Coitadinha....

O que esta mulher tem sofrido no último ano, que horror!!!!



"Judite Sousa já está a recuperar em casa depois de ter sido internada no passado sábado, 18 de julho, no Hospital São José, em Lisboa, em estado grave, devido a complicações com a medicação. A jornalista revelou ao jornal Diário de Notíciasque está "bem" e já se encontra a fazer a sua "vida normal".
A diretora-adjunta de informação da TVI, de 55 anos, sofreu uma intoxicação medicamentosa mas, segundo a mesma publicação, recebeu alta no dia seguinte a ter sido hospitalizada.
Judite Sousa, que se encontrava de férias, continuará a gozar os restantes dias de descanso antes de regressar novamente ao trabalho."

terça-feira, 21 de julho de 2015

Horários....

Hoje tinha uma reunião às 09:00h da manhã. Coisa rara, que ninguém marca reuniões para esta hora sob pena de ninguém aparecer, mas nem fui eu que marquei, por isso estava à vontade que chego sempre pouco depois das 08:00h. Dirigi-me a um openspace do escritório onde era a reunião e fiquei de boca aberta a olhar para aquilo: num espaço que leva cerca de 60 pessoas, às 9 da manhã, éramos 4 gatos pingados. Como é possível? Como é que é possível que em Portugal, num escritório em Lisboa às 9 da manhã só estejam 4 pessoas? conseguiremos alguma vez ser produtivos desta forma? Com cada um a chegar à hora que lhe apetece? Não me parece. Principalmente sendo trabalho de equipa, e precisando todos uns dos outros para avançarmos nas nossas tarefas, parece-me que seremos sempre, um país de gente improdutiva e ineficiente. Serei só eu a pensar desta forma? 

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Cose, Gata Borralheira, cose....


Bem tento fugir uns tempos, mas às tantas o volume de roupa a precisar de um toque de costura ultrapassa o limite do aceitável, e lá tem de ir tudo a eito. 
Tão bom, não é?

Campeão do Mundo

Não percebo nada disto, mas fico muito contente que Portugal se tenha sagrado campeão do mundo numa modalidade. E mais contente fico por perceber que somos tão medalhados em tantas outras modalidades que não o futebol, o Rei dos desportos, a origem de tanta corrupção e tanta porcaria no desporto.
Somos bons em tanta coisa, para quê viver obcecados pelo futebol, não é? Ponham os olhos nas outras modalidades e envaideçam-se por elas que é capaz de valer bem mais a pena.


Sitemeter morto outra vez

Começo a ficar farta deste sitemeter. Está outra vez morto, há semanas!!! Não fosse o histórico todo que me guarda já há quase 5 anos, e dizia-te como é.
Que seca, pá!!! Sempre a desaparecerem os números!!!
Só me apetece dizer asneiras "#$&/##$("

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Bifes de Frango marinados com salada de beringela

Estes bifinhos ficaram uma delícia. A receita foi inspirada num programa do Ingrediente Secreto, e a salada foi uma imitação de refeição que comi na feira dos petiscos do Cais do Sodré.
Uma refeição saudável e ligeira como se quer agora para o verão. A repetir, sem dúvida.





























Ingredientes (Para 4 pessoas):

4 bifes de frango
3 dentes de alho
2 c. sopa de molho soja
1 c. sopa de mel
1 c. sopa de whisky ou aguardente
azeite q.b

Salada:
1/2 beringela
uma mão de pinhões
queijo de cabra q.b
mistura de alfaces e rúcula
tomates cherry

Coloque os dentes de alho fatiados num prato onde depois possa colocar os bifes. Junte o molho de soja, o mel e a aguardente (foi o que eu usei), e misture tudo bem. Deite os bifes por cima deste preparado e deixe a marinar algumas horas (de preferência).
Leve depois os bifes a alourar em azeite e sirva-os com uma salada.

Para a salada, torre os pinhões numa frigideira, e leve a beringela a grelhar depois de a cortar em fatias com cerca de 0,5cm. Parta uns bocadinhos de queijo de cabra, e junte as alfaces, a rúcula e os tomatinhos. Junte as fatias de beringela cortadas ao meio e os pinhões torrados. Tempere com sal e azeite.

Bom apetite

Livros Usados - Onde os deixar?

Começam a acumular-se aqui em casa os livros escolares que já não precisamos. Alguém me pode dizer onde posso eu deixar os livros usados, para que possam vir a ser eventualmente aproveitados?
É que custa-me deitá-los para o lixo, ainda que estejam todos escritos. Mas tenho ideia que há solução para isto. Podem ajudar-me?
Agradecida

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Eu bem que queria dizer qualquer coisita...

Mas hoje estou completamente seca de ideias para aqui postar. Mas uma coisa é certa: Estou em verdadeira contagem decrescente para as férias. Faltam-me 7 dias úteis. Somente 7. Tão bom, estou tão precisada de mudança de ares, de fazer praia, de gozar o verão. E ainda que saiba que vou apanhar verdadeiras multidões em férias, tudo é melhor do que continuar a ver o verão a passar e nós sempre a trabalhar todo o santo dia.




terça-feira, 14 de julho de 2015

Opá, até já estou com pena do homem

E não estou a ser irónica.


Não se pode dizer nada, que tudo é aproveitado para o gozo. E sabem de uma coisa?
Até acredito que seja verdade. A sério. Só que o nosso primeiro ministro esqueceu-se que qualquer coisa que diga toma proporções gigantescas e pode ser usado contra ele (é como nos inquéritos na polícia ou no tribunal). E eu, que muitas vezes também digo muitas coisas - mais do que devo - revejo-me um bocado nesta "armadilha".

Pobre homem!

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Habemus Acordo

E eu cada vez percebo menos disto tudo.
Então não tinha havido um referendo na Grécia para votar se o povo queria sim ou não às medidas de austeridade? Então e agora o acordo não tem medidas piores ainda? E não vai andar para a frente?
Estou completamente baralhada... ou eu até estou certa e agora o povo grego ainda faz uma revolução... hum?
Alguém que me expililica isto, por favor?

domingo, 12 de julho de 2015

Petiscos no Cais do Sodré

Querem um conselho de amiga? Não vão lá experimentar. Não vale a pena. Ficam com a carteira depenada e a barriga vazia. Só para entrar são 3€. Dá direito a uma cerveja, mas se quiserem experimentar uma cerveja artesanal mais interessante, toca de ir pagar para isso. Depois, para cada pratinho (muito "inho") de comida são, no mínimo, 5€. Como se fica com fome tem de se ir buscar outro, e mais outro, e mais a sobremesa eventualmente. Um roubo! A comida não é má, mas também não é de ir ao céu. Eu comi 2 pratinhos e bebi uma cerveja. Ficou a minha parte na módica quantia de 18€. 
É verdade que a vista é bonita, os restaurantes têm nome mas... Das duas uma: Ou não se devia pagar entrada ( um perfeito disparate) ou os pratinhos tinham de ser mais em conta. Está feito só para turista com dinheiro. E aqui fica uma foto de um dos pratinhos que comi: um tentáculo de polvo com espinafres por baixo e umas migalhas de broa por 10€. 


sexta-feira, 10 de julho de 2015

Isto é só gente séria!


Tudo a sair do buraco. E depois dizem que Portugal não é a Grécia. Pois... não sei se não será pior ainda, estamos é muito bem escondidinhos.
Que desgraça!