quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Tão Estupidazinha....graças a Deus!

Já há muito tempo que não suporto esta gaja. Até já o tinha dito aqui uma vez, depois de ler um dos seus livros e de ter decidido que seria o último. Agora está aqui neste vídeo (para verem ao que me refiro podem começar apenas no minuto 7), a pavonear-se como se percebesse alguma coisa de política e dos que enganam este País todos os dias  (se calhar até percebe o que os seus amiguinhos lá andam a fazer, e daí os comentários...). E como não conhece as dificuldades das pessoas, age como uma verdadeira dondoca inútil e ignorante.
Detesto esta gaja! Juro!!! E por mim, ardiam-lhe os livros todos e ía lavar escadas para poder dignificar quem realmente aqui esfrangalha com os seus comentários idiotas.



Estúpida!

6 comentários:

Ana Rita disse...

Pelo menos reconhece que o problema vem muito de trás. Agora, dizer que fica triste por as pessoas se manifestarem?!?!?! Treinador de bancada? AhAhAh
Ainda bem que escreveste este post, caso contrário não saberia dos comentários tristes desta senhora. Fala do SNS, eu trabalho com fornecedores do SNS e afirmo que não estão a pagar aos fornecedores. A senhora que me venha explicar o que fazem ao dinheiro das "máquinas grandes".
Triste triste triste fico eu com uma cidadã que não perceba que existem muitas pessoas a passar fome, para depois, os amiguinhos andarem a passear-se em carros topo de gama e com direitos a banquetes ao almoço, ao jantar, entre muitas outras mordomias.
Enfim. Por sorte este tipo de pessoas representa uma percentagem mínima (ainda que irritante).

Piteca disse...

Imagino os cortes que esta alminha deve de ter tido " temos de aprender a ganhar menos", gostava de a ver a governar-se com 200 euros por mês como muita gente tem de se governar e isto sem falar nos que, coitados, já não recebem é nada!!! Parva de m... Sabe lá ela o que está a dizer!!

Anônimo disse...

Não nutro grande admiração por esta senhora e acho o tipo de literatura de "folha de couve" que escreve de fugir. No entanto, concorde-se ou não, a senhora tem o direito de dizer o que pensa sem ser ofendida e enxovalhada. É para isso que existe a liberdade de expressão.

Paula

Francesca disse...

Toda a gente tem direito a opinião, mas convém ser com o mínimo conhecimento de causa. Dizer que Portugal é um País sem recursos e que acha muito bem que se paguem as taxas moderadoras ... é não saber mesmo o que é o nosso País e para que servem os impostos. É um verdadeiro atentado à inteligência dos portugueses!

Anônimo disse...

Pergunto-me se a maioria das pessoas que exprimem a sua opinião nas blogosfera e nas redes sociais têm também conhecimento de causa sobre o país, a sua história e economia. A rapariga apenas disse que concorda com a as taxas moderadoras. Qual é o problema? É apenas e só a opinião dela. Haverá muita gente que discorda e que acha que as taxas moderadoras são um atentado constitucional, uma injustiça contra os mais pobres e haverá quem pense que estas são a única forma de tornar o sistema nacional de saúde sustentável. Todas as opiniões são legítimas. Além disso, as taxas moderadoras não foram criadas na actual legislatura, pois elas já vêm de do passado. Resumindo, é por estas e por outras que não existe em Portugal um diálogo construtivo e objectivo sobre estas matérias. Reage-se emocionalmente (o que é compreensível), mas depois seria imperioso debater estas questões de uma forma séria e objectiva, sem ofensas e manobras de diversão. Na realidade, isto faz parte do acessório e do faits divers que o país adora debater. A meu ver é exagerada a importância que se dá aos comentários desta senhora. Ela tem assim tanta notoriedade? De qualquer forma, é uma excelente forma de ajudar a vender os livros dela.

Bjs

Paula

Isabel Paiva disse...

Devo ser a única que ainda não viu.
Ah, mas vou ver, vais ver que vou ver.
Bjs