quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Como dizia a minha Avó: Ai Karedo!

Meu Deus!
Às vezes é mesmo melhor não conhecermos a realidade de quem está por trás das palavras.
É como na rádio! Quando ouvimos uma voz imaginamos uma pessoa dona daquele tom maravilhoso. E o encontro físico pode ser a morte do artista. Não desejo nada de mal a esta miúda que nem a conheço. Mas isto correu, realmente, muito mal. Vê-se que não sabe absolutamente nadinha da vida! Nadinha de nada!

Ai a mala Chanel preta, Jesus... que é a coisa que eu mais quero na vida!!!!!
Ai Pêpa, Pêpa!!

4 comentários:

Ana Rita disse...

Bem! Anda cá um burburinho pela net! Quem não a conhecia, é certo que já teve o prazer (ou desprazer) de a ver e ouvir, 'tá ver? :)

akombi disse...

Assusta....assusta ver esta juventude de cabeça vazia....é que nem os tempos que vivemos mudam cabeças :( .....podem mudar mta coisa mas á cabeças que não mudam.

Piteca disse...

Sem comentários...mesmo...!

Francisco Ribeiro disse...

AHAHAHA , de acordo!

http://franciscohere.blogspot.pt/