sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

A Coboiada do dia de Carnaval

Com a conversa do Sr. Primeiro Ministro acerca da não tolerância na 3ª feira de Carnaval, gerou-se a anarquia e a coboiada geral. É que os privados, aproveitaram a deixa, e já estão a obrigar a malta a trabalhar.
Contrariamente, muitos dos funcionários públicos reivindicam, e já oficializaram que vão dar o dia na mesma.
Conclusão: O feitiço virou-se contra o feiticeiro e quem devia trabalhar não trabalha. Quem contrariamente, podia ainda aproveitar, vai ter de se fazer à vida.
Mas pronto! É carnaval, e ningiém deverá levar a mal!!

Um comentário:

Retrato a Sépia disse...

Cada vez dou mais razão a quem defende que este governo está totalmente do lado dos patrões. Se ao menos isso fosse sinónimo de reduzir a taxa de desemprego. Mas não, é sinónimo de aumento do descontentamento da massa trabalhadora. Já não bastassem as medidas que estão continuamente a retirar da cartola...